Filmes para assistir no Dia das Mães

10.5.15

Hoje é Dia das Mães e eu preparei uma listinha de indicações de filmes para assistir junto com a mamãe. É uma boa pedida para comemorar o dia, principalmente se a sua mãe gostar tanto de filmes quanto você. Há filmes de diferentes gêneros, com representações de diferentes mães, mas todas elas marcantes.

Philomena (2013)
O filme é uma adaptação do livro escrito pelo jornalista Martin Sixmith, que acompanhou Philomena na busca por seu filho. Quando jovem, Philomena Lee (Judi Dench) foi mandada por um convento ainda grávida, onde teve seu bebê. Sem poder levar a criança, ela o dá para adoção. A criança é adotada por um casal americano e some no mundo. Ao viajar para os Estados Unidos, Philomena e Martin descobrem informações incríveis sobre a vida do filho de Philomena e criam um intenso laço de afetividade entre os dois. 


Valente (2012)


Merida é uma jovem princesa criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao trono de rainha, seguindo a etiqueta e os costumes do reino. Mas a garota de cabelos rebeldes não tem a menor vocação para isso, preferindo cavalgar pelas planícies selvagens da Escócia e praticar o seu esporte favorito, o tiro ao arco. Quando uma competição é organizada contra a sua vontade, para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava... Agora caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos. (p.s.: Como não se apaixonar pela princesa ruiva-cacheada-arqueira?)

Mamma Mia! (2008)


Sophie (Amanda Seyfried) está prestes a se casar e, sem saber quem é seu pai, envia convites para Sam Carmichael (Pierce Brosnan), Harry Bright (Colin Firth) e Bill Anderson (Stellan Skarsgard). Eles vêm de diferentes partes do mundo, dispostos a reencontrar a mulher de suas vidas: Donna (Meryl Streep), mãe de Sophie. Ao chegarem Donna é surpreendida, tendo que inventar desculpas para não revelar quem é o pai de Sophie. O filme se passa na ilha grega de Kalokairi, uma das paisagens mais encantadoras. E as performances da Meryl Streep são divertidíssimas! 

Minha Mãe é uma Peça (2013)


Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado. O filme foi um sucesso de bilheterias no ano em que estreou, tanto que haverá uma continuação, ainda sem data de lançamento prevista.

Doce de Mãe (2012)

Dona Picucha (Fernanda Montenegro) tem 85 anos, é viúva e auxiliada por Zaida (Mirna Spritzer) há 27 anos. Sempre bem-humorada, apaixonada por samba e pela cozinha, a doce Picucha reúne os filhos - Silvio (Marco Ricca), Elaine (Louise Cardoso), Suzana (Mariana Lima) e Fernando (Matheus Nachtergaele) - para anunciar que Zaida vai se casar e deixar o emprego. A prole se preocupa, mas a senhora aproveita a oportunidade única de encontrar a liberdade. Tem como não amar a Fernanda Montenegro, minha gente? 

Um Sonho Possível (2009)



A história é baseada na vida de Michael Oher (Quinton Aaron), um jovem negro, filho de uma mãe viciada que não tinha onde morar. Com boa vocação para os esportes, um dia ele foi avistado pela família de Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock), andando em direção ao estádio da escola para poder dormir longe da chuva. Ao ser convidado para passar uma noite na casa dos milionários, Michael não tinha ideia que aquele dia iria mudar para sempre a sua vida, tornando-se mais tarde um astro do futebol americano. Sandra Bullock ganhou o Oscar de Melhor Atriz em 2010 por esse filme, mais do que merecido. 

Minha Mãe é uma Sereia (1990)


Rachel Flax é uma espirituosa mãe solteira (Cher), que cuida cuida com carinho de suas duas filhas, Kate (Christina Ricci) e a adolescente Charlotte (Winona Ryder). Mas seu jeito de ser, sexy e descompromissado, cria confusões na cabeça da filha mais velha, que alimenta sonhos de se tornar uma freira. O filme é um amor do início ao fim e é difícil tirar "The Shoop Shoop Song (It's In His Kiss)" da cabeça. 

Juno (2008)
Juno MacGuff (Ellen Page) é uma jovem de 16 anos que acidentalmente engravidou de Paulie Bleeker (Michael Cera), um grande amigo com quem transou apenas uma vez. Inicialmente ela decide fazer um aborto, mas ao chegar na clínica muda de idéia e começa a procurar em jornais um casal a quem possa entregar o bebê assim que ele nascer. É assim que conhece Vanessa (Jennifer Garner) e Mark (Jason Bateman), um casal com boas condições financeiras que está disposto a bancar todas as despesas médicas de Juno, além de dar-lhe uma compensação financeira caso ela queira. Juno recusa o dinheiro para si, mas decide que Vanessa e Mark ficarão com seu filho. Além de abordar sobre gravidez na adolescência de uma forma bem criativa, a trilha sonora do filme também é muito amor.

Sexta-feira Muito Louca (2003)
Tess (Jamie Lee Curtis) e Anna (Lindsay Lohan) são mãe e filha que vivem às turras. Decididas a acabar com as brigas, elas repentinamente trocam de corpos. Agora cada uma precisa aprender a lidar com a vida da outra, com as confusões crescendo ainda mais pelo fato de Tess estar de casamento marcado. É um clássico da Sessão da Tarde, e trabalha de uma forma descontraída os conflitos típicos de geração. 

Em Qualquer Outro Lugar (1999)


Adele August (Susan Sarandon) é uma mulher sonhadora que resolve largar tudo na pequena cidade onde morava em busca de uma vida mais glamourosa em Beverly Hills. Adele leva junto a sua filha, Ann (Natalie Portman), uma jovem pé-no-chão que não está nem um pouco satisfeita com a mudança. Na jornada, as duas vão tentar conviver em harmonia. 

Uma Prova de Amor (2009)


Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que Kate (Sofia Vassilieva), sua filha, tem leucemia e possui poucos anos de vida. Alertados pelo médico que uma gravidez de proveta poderia gerar um doador compatível com Kate, os pais aceitam a proposta. Assim nasce Anna. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo. Para defendê-la ela contrata Campbell Alexander (Alec Baldwin), um advogado que cuidará de seus interesses. 

Minhas Mães e Meu Pai (2010)
Dois irmãos adolescentes, Joni (Mia Wasikowaska) e Laser (Josh Hutcherson), são filhos do casal Jules (Julianne Moore) e Nic (Annette Bening), concebidos através da inseminação artificial de um doador anônimo. Contudo, ao completar a maioridade, Joni encoraja o irmão a embarcar numa aventura para encontrar o pai biológico sem que as mães saibam. Quando Paul (Mark Ruffalo) aparece tudo muda, já que logo ela passa a fazer parte do cotidiano da família.

Uma Mãe Para o Meu Bebê (2008)

Kate (Tina Fey) é uma mulher bem-sucedida profissionalmente que não pode engravidar e decide contratar uma “mãe de aluguel” para realizar o sonho de ser mãe. A escolhida é Angie (Amy Poehler), uma jovem irresponsável e completamente seu oposto, que só está interessada no pagamento. No entanto, a maternidade acaba mexendo com as duas, gerando muita confusão e descobertas.

Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento (2000)


O filme é baseado na história de Erin (Julia Roberts), mãe de três filhos que trabalha num pequeno escritório de advocacia. Quando descobre que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o assunto. A partir de então, utilizando-se de todas as suas qualidades naturais, desde a fala macia e convincente até seus atributos físicos, consegue convencer os cidadãos da cidade a cooperarem com ela, fazendo com que tenha em mãos um processo de 333 milhões de dólares. 

A Troca (2008)


Christine Collins (Angelina Jolie) é uma mãe solteira que parte em uma busca exaustiva para reencontrar Walter (Gattlin Griffith), seu filho desaparecido. Cinco meses depois a polícia traz uma criança, dizendo ser Walter. Atordoada pela emoção da situação, além da presença de policiais e jornalistas que desejam tirar proveito da repercussão do caso, Christine aceita a criança. Porém, no íntimo, ela sabe que ele não é Walter e, com isso, pressiona as autoridades para que continuem as buscas por ele. A história se passa em Los Angeles, março de 1928. Angelina foi indicada ao Oscar pela atuação brilhante.

Qual tipo de filme vocês gostam de assistir com a mãe de vocês? Quais mães do cinema vocês consideram mais marcantes?

You Might Also Like

0 comentários

Seguidores

Google+