Melissa:a rainha de muitos corações

11.10.16

Sapato Melissa

(Imagem: 
via)
Existem coisas que transcendem gerações, ultrapassam tendências e acabam ganhando verdadeiro valor afetivo. A marca Melissa é um belo exemplo disso. Não parece, mas aquelas sandálias de plástico que usamos na infância, nos apaixonamos na adolescência e ainda continua nos nossos pés, foram criadas há 36 anos e viraram sucesso no Brasil e no mundo como conceito de moda, design e arte.

Os irmãos Grendene já haviam mostrado ser capazes de fazer maravilhas com o plástico, mas o grande insight que mudaria a história da marca veio durante uma viagem à França, quando depois de um deles observar os pés dos pescadores da Riviera francesa, decidiu adaptar o modelo a sua matéria-prima. E foi assim que da fábrica da serra gaúcha para o mundo, nasceu a primeira Melissa. Batizada de “Aranha”, logo de cara vendeu 200 mil pares e encantou pelo charme, conforto e claro, aquele cheirinho característico que até hoje ninguém sabe ao certo o que é.

A criatividade também se aplicou as ações de marketing, que investiu pesado na criação de uma identidade e em ações de mídia como na novela Dancing Days, que ditou a moda de usar Melissa com meias coloridas. Para diversificar o público, ainda nos anos 80 a marca lança sua versão infantil da sandália e foi então que descobriu o caminho de ouro nesse nicho de mercado com os licenciamentos: Barbie, Disney, Hot Wells, o que quer que as crianças amassem, a Melissa estaria associada, aproveitando o apelo lúdico desse mundo e aliando os calçados a acessórios desejados pelas crianças. Não foi à toa que em 1986 só o modelo da XUXA vendeu 13 milhões de pares.

Ainda naquela década a Melissa passou a investir no exterior e a fazer parceria com estilistas do mundo todo, como Jacqueline Jacobson e Thierry Mugler, e passou a adaptar seu calendário de lançamentos com os principais eventos de moda do mundo, o que virou um referencial. 

Hoje a Melissa tem modelos assinados por nomes como Alexandre Herchcovitch e Judy Blame, é parceira dos designers Campana e do famoso artista plástico Romero Britto.  Já ultrapassou os 500 modelos entre sandálias, sapatos, chinelos, sapatilhas e tudo o mais que for tendência, além de bolsas e acessórios. Foi aclamada pela crítica internacional e estampou inúmeros editoriais de moda das principais revistas. Lançou patins de couro, e tem até perfume desenvolvido pela Casa Givaudan, a mesma responsável pelos perfumes Armani. 

Melissa retrô
(Imagem: via)

Depois de se consolidar no mercado brasileiro, nos últimos 15 anos o foco da Melissa passou a ser na sua internacionalização, não somente abrindo lojas no mundo todo, mas também tentando fortalecer sua identidade de moda. Para isso a estratégia escolhida foi bem cool: Ligar a marca a arte através de espaços exclusivos para isso, as Galerias Melissas, presentes em São Paulo, Londres, Nova York, e em breve também na Ásia.

A própria Melissa não se define como calçado, mas como fruto de uma tecnologia que está a serviço das emoções humanas. Um objeto de design que ultrapassa forma e conteúdo chegando a mensagem de que o plástico é uma opção, inspirada nas artes, na arquitetura, na música, na fotografia e em tudo aquilo que a influência a se reinventar.

O que não se pode negar é que criatividade e merchandising não faltou a marca. Se transformando constantemente, abusando de estilos e representações, a Melissa realmente conseguiu ser o que cada um acha e espera dela.

E pra você, a Melissa ainda é um objeto de desejo ou apenas uma bela lembrança?

You Might Also Like

9 comentários

  1. Melissa sempre arrasa né <3 sou encantada pela marca e tenho vários modelos preferidos, só falta dinheiro pra comprar todas dos meus sonhos! hahah Adoro o estilo da marca, e sempre tem coisas incríveis.

    ResponderExcluir
  2. No momento a Melissa é pra mim uma bela lembrança, faz tempo que não compro um par delas, mas lendo esse post me deu vontade de procurar por um novo modelo

    ResponderExcluir
  3. Eu tou apaixonada por uuma, pena que onde eu moro nao vende, e é muito caro o frete, mais estou desejando tipo muitooo <3 hahaah <3
    http://atraspenteadeira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu sou apaixonada por melissa desde sempre, quando era menor nunca conseguia usar por ser de plastico e machucar muito meus pés. Mas depois que cresci, literalmente virei louca da melissa! Hoje em dia é um item de desejo sempre <3
    Acho que a marca faz tanto sucesso por trazer sapatos inovadores para o mercado mundial que ninguém ainda tinha tido a ideia e é claro, por ter uma legião de fãs espalhadas pelo mundo todo <3
    Adorei demais seu post sério!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. eu classificaria como objeto de desejo e bela lembrança. Usei muito quando era mais nova, a minha infância inteira na realidade. Fiquei babando nos modelos que você usou para ilustrar o post.Todos lindos.
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Um objeto de desejo, a marca é ótima e investe bastante nos dsigners. Adorei saber um pouco mais sobre ela.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  7. Eu sou apaixonada por melissa, tenho pelo menos umas 8. Adorei saber um pouco mais sobre ela e ver como a evolução está fazendo bem e se diferenciando no mercado.

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei de saber da historia da melissa eu usei bastante na infância eu gostava sempre dos modelos transparente que combinava com tudo mais hoje confesso que sou fã das zaxy

    ResponderExcluir
  9. Oii! Parabens pelo blog, muito fofo seu cantinho. E gente, que post AMOR. Melissa sempre me lembra quando eu era crianca.. que eu ia pra aula de Melissa, daquelas transparentes com brilho sabe? Tenho as pernas todas cicatrizadas de tanto que arrebentavam e eu caia, mas ainda assim eu AMAVA. Curioso que agora eu nao tenho mais o habito, eu vejo alguns blogs falando sobre Melissa e acho que agora ta uma mais linda que a outra, mas parece uma Melissa completamente diferente do que eu tinha em mente. Parabens pelo seu post, voce trouxe informacao onde era so uma memoria antiga. <3 Beijo grande.

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+